Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008
agraciada pelo padrinho

Há gente muito interesseira e engraxadeira nesta nossa santa vidinha. Já sabem que a minha tarde de quinta-feira de compras foi um fiasco. Compras com a sogra é do pior que há. Mas dessa vez ainda comprei uns trapitos para a miúda. Sábado fui recrutada novamente, já estão a ver o grande final, não é. Esta família o que tem de bom é que nunca nos surpreende muito. São bastante previsíveis. Mas lá fui eu às compras, mas como era fim-de-semana os protagonistas da acção foram bastantes mais. O gajo teve de ir, logicamente as compras são para ele, a miúda também foi, ainda não inventaram escolas para sábados, o irmão mais novo do gajo também nos acompanhou, e claro a senhora do golden card.  O homem, venerável senhor das barbas, também foi mas aproveitou para ir tratar de assuntos importantes. Deve ter ido marralhar uma carpete com algum marroquino. É o passatempo favorito dele.

Lá andámos nós nas comprinhas na secção das roupas pretas. Nos primeiros 10minutos de compras consegui fazer com que ele comprasse umas calças e uma camisola. Depois desisti. Não vale a pena. É um caso perdido.

O pior de tudo foi que desta vez nem me deixaram aproximar das lojas de criança, e a pikena estava insuportável. Porque lojas de roupa de gente grande chateiam qualquer um, e gente armada em esquisita ainda pior. Às páginas tantas, sem sacos de compras e já estafada dos pés e da cabeça, eis que vejo chegar o padrinho. Sim o venerável senhor das barbas, e espantosamente super bem disposto comigo. Mal me viu pespegou-me duas beijocas repenicadas, coisa que não é habitual. E sempre muito sorridente. Claro que achei a cena muito estranha, e não fui só eu que achei. Mas rapidamente se fez luz neste meu cérebro atrofiado, ele está a dar-me graxa porque eu vou fazer o curso que ele tanto quis que eu fizesse. Jesus, para quem quase não me falava, houve uma grande volte face na coisa. Interesseiros! Mas a coisa não pode ficar assim, já fiz as contas à vida, e ir fazer o cursinho durante um mês para tão longe vai ficar-me caro. Ele paga o curso, mas eu vou ter de por o gasóleo e pagar as portagens. Acho que vou começar a atestar o depósito na bomba onde ele tem conta aberta para a frota ;) Sim, porque eu também sei ser engraxadeira, e já aprendi com eles, que quem não chora não mama.


sinto-me: tagarela

publicado por soprodavoz às 10:26
link do post | comentar | favorito
|

5 comentários:
De tontices a 25 de Fevereiro de 2008 às 10:54
espero que tenha aprendido mesmo! mas tenho as minhas duvidas! na hora h nao diz nada e nem pede nada, é o costume. Mas eu dou toda a força esfole os velhos LOl.
beijos fui!


De sarikitita a 25 de Fevereiro de 2008 às 13:03
Acho que fazes muito bem!!!
Goza o que puderes à custa deles!!!!
Tambem tens de tirar algum proveita da situação!!!
Beijocas.


De Bichana a 25 de Fevereiro de 2008 às 14:18
És só garganta não é amiga? Tenho cá essa sensação... Eu tb sou assim.
Bjnhos


De estrelaquebrilha a 25 de Fevereiro de 2008 às 16:08
Espero que leves essa ideia adiante, pois a ver as atitudes dos outros tb se aprende.
bj


De xana a 26 de Fevereiro de 2008 às 00:14
E nós vamos estar aqui a "massacrar-te" para não te esqueceres disso, hem!
bjks


Comentar post

.mais sobre mim
.Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. continuo a soprar...

. não há limites

. fechado!

. tasse bem... ou pensamos ...

. vergonha de mim

. duvidas

. santas páscoas

. noticias do cativeiro

. reconstrução

. a culpada

.arquivos

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.fala comigo
.links
.pesquisar
 
.sopros online
   
blogs SAPO
.subscrever feeds