Quarta-feira, 5 de Março de 2008
sorrir

Pediram-me que sorrisse. Sorrir num momento em que a vontade não é assim tanta de o fazer. Sorrir numa altura em que as lágrimas se aprontam à porta dos meus olhos de minuto a minuto. É quase como se me pedissem para deixar de amar. Sorrir hoje, agora, para quê? Para ti que mo pediste, ou para ti que dizes que me amas? Sorrir para um amigo, sorrir para uma criança, é tão mais fácil. Mas afinal o que é preciso fazer, ou acontecer para que o meu rosto sorria? É tudo tão simples, ridiculamente simples, e contudo às vezes tão difícil de o esboçar.

Os teus olhos fazem-me sorrir, quando os vejo, mas é tão raro. Ou as tuas palavras, às vezes também me fazem sorrir, mas também me fazem chorar. E aquele meu novo amigo que me traz palavras tão meigas, tão encruzilhadas e cheias de poesia, esse sim faz-me sorrir. Obriga-me a sorrir, e ele próprio tenta sorrir, apesar de raramente encontrar o olhar.  E é tão fácil, basta encontrares os dois pontos.

Sorrio quando brinco com a minha filha, ou quando a minha sesta de domingo é abruptamente interrompida por duas lambidelas caninas.

Sorrio enquanto saboreio um charuto de ovos acompanhado de uma laranja. Sorrio e muito quando brinco, e eu gosto tanto de brincar.

Sorrio quando me lembro de coisas boas, de tardes maravilhosas, de encontros deliciosos. Sorria quando acordava nos teus braços, quando me dizias que me amavas - sorria mas assustada com tal responsabilidade.

Sorrio quando amuas e fazes birras de ciúmes.

Sorrio quando o meu homem incha o peito e me defende, da forma como me dá a mão se vê o território ser ameaçado.

Sorrio quando vejo os meus pais felizes, apesar de ser assaltada frequentemente pela ideia de os perder, e aí o sorriso perde-se.

Gosto de sorrir num dia de verão, ou de ter prazer de ver os outros a sorrir.

Afinal é tão fácil sorrir, pelo menos em palavras, pelo menos neste mundo. É só fazer dois pontos parêntesis .


sinto-me: a sorrir

publicado por soprodavoz às 18:42
link do post | comentar | favorito
|

26 comentários:
De Sem sorriso a 5 de Março de 2008 às 19:32
É fácil sim !
E aqui ainda é mais fácil.
Sorrir e mentir.
Difícil é quando nos olham bem fundo nos olhos e mentem sem qualquer pudor.
Sorri, nunca deixes de sorrir !
Bem basta quando a mentira nos rouba o sorriso.


De soprodavoz a 6 de Março de 2008 às 00:38
Sorrir aqui é das coisas mais fácieis que existe, e por isso muitas vezes sorrimos sem realmente estarmos a sentir esse sorriso, e isso é mentir.
obrigado pela visita mas com um sorriso :)


De Sem sorriso ainda a 6 de Março de 2008 às 17:12
Se a mentira fosse sorrir sem sentir, até eu sorriria.
Que o sorriso esteja sempre contigo.
E que não te mintam como me mentem a mim.
É o que te desejo, sinceramente.



De soprodavoz a 7 de Março de 2008 às 00:51
Ainda sem um sorriso... faz-me pena esse semblante tão carregado :(
A mentira faz parte da vida, temos de aprender a lidar com ela em tudo, no amor, nas amizades, no trabalho.
Também já me mentiram e mentem, tudo depende se acreditamos ou não nas mentiras. Mentir olhos nos olhos é coisa mais grave. tem de ser mesmo um grande mentiroso ou mentirosa.
beijo e volte sempre mas com um sorriso


De xanata a 5 de Março de 2008 às 22:06
ah no outro dia "ah nao sei que posso mostrar os dentinhs que sao bonitos" e então e agora?!
mostra-me que nao me acredito:P
se mostrares dou-te um chocolate :P (com principe encantado por baixo.. ) :P


De soprodavoz a 6 de Março de 2008 às 00:40

é só dentinhos :) venha de lá esse chocolate recheado!
bjokas


De c911eutopias a 5 de Março de 2008 às 22:11
Fazes bem em sorrir, limpa a alma.


De soprodavoz a 6 de Março de 2008 às 00:42

eu hoje sou sósorrisos, mandaram-me sorrir e eu assim o faço... o sapo/rã até tem as suas utilidades, sorrisinhos todos diferentes, mas todos muito sinceros!
bjokas


De c911eutopias a 6 de Março de 2008 às 13:00
Alguma coisa me diz que o sapo, virou príncipe . Fazes bem em sorrir, nada nem ninguém merece que deixemos de sorrir.


De Miss Pepper a 6 de Março de 2008 às 00:16
Costumam dizer-me que o meu sorriso é a minha imagem de marca mas cada vez sorrio menos. E faz-me falta. Faz-me falta rir e sorrir. Se faz favor de não seguir o mesmo caminho que eu. Brinca com a J. e ri-te. Essa felicidade é impagável. Apesar do desgosto de não ter filhos, adoro esses momentos com as crianças. Aproveita os raios de sol e as lambidelas caninas que são o mais sincero que existe ao cimo da terra. Tenta ser feliz, amiga!

Xinhus!

P.S.<- o que é um charuto de ovos? :P


De soprodavoz a 6 de Março de 2008 às 00:46

quero dar um sorriso diferente a cada um, mas o sapo é limitado em sorrisos :)
tb tu tens de sorris mais amiga, nós sempre rimos muito quando falávamos e passeávamos. Vê se te ris ou vou ai abaixo e faço-te cócegas.
Charuto de ovos é uma iguaria aqui da terra, é um cilindro de creme de ovos e acucar embulhado em papel de hóstia, nada calórico, e é óptimo acompanhado de laranja. Comem-se muito agora na páscoa. Se for ai avbaixo levo-te meia duzia, isto se aguenarem innteiros a viagem.
bjokas


De xana a 6 de Março de 2008 às 01:51
Eu sou muito séria. Já sorri, sorri muito e com vontade quando o M. estava comigo, e era tão fácil libertar o sorriso com as coisas mais simples desta vida. Uma flor pequenina era suficiente para que eu abrisse " a cremelheira". Depois perdi o sorriso e a vontade de sorrir, voltei a ter um ar sério. Será dificil voltar a sorrir com tanta vontade outra vez... e porque esta vida também não ajuda.
bjks


De soprodavoz a 6 de Março de 2008 às 11:10
Não será dificil voltar a sorrir, temos é de querer. Já pensei como tu, mas hoje acho que toda a gente merece o nosso sorriso lindo. Não vale a pena mostrar trombas a quem não as merece, temos de dar uma hipótese à vida.
bjos e sorrisos :)


De tontices a 6 de Março de 2008 às 09:24
Sorrir ou rir? naõ sei se é a mesma coisa!mas que nós rimos como doidas quando estamos juntas lá isso rimos .e quero continuar a rir consigo forever
beijos fui


De soprodavoz a 6 de Março de 2008 às 11:14

Nós somos literalmente umas bem dispostas, apesar de por dentro às vezes estarmos sabe deus. Vamos contiuar a rir, a sorrir, a fazer a vida negra ao gajo, e acima de tudo rirmos de nós mesmas.
beijo e sorrisos


De Bichana a 6 de Março de 2008 às 11:36
Este post é simplesmente lindo!Tens de facto o dom da escrita e de expressares na perfeição o que te vai na alma. Adorei.
Eu tenho essa facilidade, de sorrir mesmo quando choro por dentro.
Bjnhos e sorri, ri, ilumina esse rosto, que eu não conheço mas quase imagino...


De Bichana a 6 de Março de 2008 às 11:36
Este post é simplesmente lindo!Tens de facto o dom da escrita e de expressares na perfeição o que te vai na alma. Adorei.
Eu tenho essa facilidade, de sorrir mesmo quando choro por dentro.
Bjnhos e sorri, ri, ilumina esse rosto, que eu não conheço mas quase imagino...


De Bichana a 6 de Março de 2008 às 11:36
Este post é simplesmente lindo!Tens de facto o dom da escrita e de expressares na perfeição o que te vai na alma. Adorei.
Eu tenho essa facilidade, de sorrir mesmo quando choro por dentro.
Bjnhos e sorri, ri, ilumina esse rosto, que eu não conheço mas quase imagino...


De Bichana a 6 de Março de 2008 às 12:04
Desculpa o meu triplo comentário, tive dificuldades em enviá-lo, saíu a triplicar, DAH!


De soprodavoz a 7 de Março de 2008 às 00:08
Desculpada :D
pois pois, eu escrevo muito bem... olha quem fala... quando apelas à tua alma poéticaé uma maravilha.
bjokas e sorrisos


Comentar post

.mais sobre mim
.Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. continuo a soprar...

. não há limites

. fechado!

. tasse bem... ou pensamos ...

. vergonha de mim

. duvidas

. santas páscoas

. noticias do cativeiro

. reconstrução

. a culpada

.arquivos

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.fala comigo
.links
.pesquisar
 
.sopros online
   
blogs SAPO
.subscrever feeds