Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2008
cobarde

Só pelo título já podem antever um pouco  tema deste post . Pois é verdade, o post de ontem revelou ser só garganta. Na hora da verdade aqui a je acobardou-se, e não disse nada. Sei que estão desiludidos comigo, e até podem já começar a fazer filinha para me puxarem as orelhas, eu mereço. Mas o que é que querem, eu sou ... eu sou a modos que uma cobardolas, é o que eu sou. Eu tinha mesmo vontade de fazer o que disse que ia fazer. Mas depois o tempo foi passando, ele desapareceu de casa todo o dia, e veio tarde e a más horas, a LL deu-me um chá de tília , e eu acalmei. Não pensem que andamos aos beijinhos e aos abraços, está instaurado clima de guerra fria. Por incrível que pareça trocamos mais palavras pelo messenger do que pessoalmente. Ontem à noite ele teve o descaramento de me pedir uma ligação com câmara , ainda lhe fiz a vontade, mas a última coisa que queria ver era as trombas dele no computador, ainda enchia isto de vírus , bah ! Fechei-lhe a sessão. E continuei noite fora a falar com a minha amiga P. e a trocarmos ideias para templates e a falar mal dele. Hoje o clima de hostilidades tem continuado, e o tempo que passamos juntos restringe-se ao estritamente necessário, ou seja, há hora da refeição.

Entretanto descobri um novo amor que coloquei no meu blog, a minha janelinha de chat . Onde todos os meus visitantes poderão conversar comigo, isto se eu estiver online. De preferência identifiquem-se, para eu saber com quem falo. Hoje já tive duas conversas, uma delas foi simplesmente deliciosa, e deu-me no mínimo mais dois aninhos de vida, e alguns sorrisos. Espero que não se torne um novo vicio, nem para mim nem para ti. Quem está contente com esta maravilha é a gaja LL, que anda com uma crise de cimeira por causa do seu amor virtual. Zangou-se hoje connosco, comigo e com ele, só porque queríamos jogar damas online. Ela vê nesta nova janelinha de chat a probabilidade de eu falar com o meu "amor" e assim deixa-la jogar strip poker com o namorado virtual à vontade. Doidices de LL.  


sinto-me: envergonhada pela cobardia

publicado por soprodavoz às 00:12
link do post | comentar | favorito

26 comentários:
De soprodavoz a 28 de Fevereiro de 2008 às 19:01
um dia perco a cabeça çiteralmente e depois já não há cobardia nem calma ou cha de tilia que me segure :D
bjokas


De caixapreta a 29 de Fevereiro de 2008 às 12:05

Durante uns tempos, esse dia será recordado como triste.
Ao fim de um tempo, terá sido um dos melhores da tua vida!
Beijo


Comentar post

.mais sobre mim
.Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. continuo a soprar...

. não há limites

. fechado!

. tasse bem... ou pensamos ...

. vergonha de mim

. duvidas

. santas páscoas

. noticias do cativeiro

. reconstrução

. a culpada

.arquivos

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds
Em destaque no SAPO Blogs
pub