Quinta-feira, 20 de Março de 2008
reconstrução

Para quê um blog? para quê usar um blog como forma de desabafo ou de expiação de culpas? Para quê um blog para te transmitir aquilo que sinto ou descrever a pessoa que sou? Para tu me leres, apenas para tu me leres. Sempre achei que mais cedo ou mais tarde seria apanhada, como fui, mas no meu intimo acho que escrevia aquilo que queria que tu soubesses, mas que de um forma ou de outra nunca to consegui dizer. Agora sabes! Talvez aqui encontres coisas menos agradáveis sobre ti e sobre os teus, mas coisas que foram escritas em momentos talvez um pouco intempestivos. Mas se analisares bem as coisas tens também palavras bonitas para ti, porque o que sinto por ti esteve cá sempre.

Parece que teve de haver este terramoto, eu sentir que teria de te virar costas para sempre, ou tu me tirares literalmente o tapete debaixo dos pés, para que se desse a conversa. Que ao fim e ao cabo não foi conversa nenhuma. Bastou um abraço teu e as palavras certas, para eu não mais dormir de costas voltadas para ti. Falar não custa. Sei que te devo desculpas, mas acho que só assim também abriste os olhos e percebeste que afinal a nina pode ir mesmo embora. Temos ainda muito caminho para trilhar, nesta reconstrução que pretendemos fazer. Mas não te esqueças que tem de ser feita em conjunto. Tu e eu, e o nosso ser pequenino. E claro a pretinha peluda que me comeu os lindos preguinhos que ontem tão atenciosamente me trouxeste. Porque te custa tanto dizer que gostas de mim? porque te custa tanto sorrir, ou fazer-me um carinho? eu estou sempre disponível para ti, para conversarmos, para rirmos, chorarmos, gritar, e claro para namorar. E sim, acho que essencialmente é isso que nos falta, namorar. Namorar, só os dois, sem o pirolito a reiinvindicar a atenção a cada dez segundos. Eu gosto de ti, por isso ainda aqui estou, mas por favor mostra-me que me amas também. Eu estou sempre aqui!

 

ps : Hummm e já agora, é favor proibir todas as gajas e gajos de ligar para o teu telemóvel depois das 23.00H

PS1 : tenho de te dizer que gostei de saber que acima de tudo adoraste ler-me, esta noite podias ler-me em braille :D


sinto-me: mais viva

publicado por soprodavoz às 18:00
link do post | favorito

De xanata a 20 de Março de 2008 às 21:14
Sopro.. finalmente! :D
c'um mil raios! :D
acima de tudo desejo-te felicidades..
e G. nada de vacilar!
eu sempre disse que nao sabia pq apesar de tudo ate ia com a cara dele.. mas tb nada de deixarem andar.. smpre em cima do acontecimento.. e deixem a jotinha com a ama.. com os avos.. nos amigos.. e vao dar um giro.. :P


De soprodavoz a 21 de Março de 2008 às 18:51
Acho que o G agora também já está viciado nisto. Já o aconselhei a escrever um blog também, até porque acho que ele escreve bem e até terá muito a dizer sobre tudo o que ele é. Talvez esta fosse uma boa terapia.
Vemos ter de organizar as coisas, este pirolito não gosta de partilhar o pai ou a mãe. Temos de saber gerir os mimos.
bjokas


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.mais sobre mim
.Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. continuo a soprar...

. não há limites

. fechado!

. tasse bem... ou pensamos ...

. vergonha de mim

. duvidas

. santas páscoas

. noticias do cativeiro

. reconstrução

. a culpada

.arquivos

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds
Em destaque no SAPO Blogs
pub