Quarta-feira, 26 de Março de 2008
fechado!

Acho que já toda a gente se apercebeu que este espaço deixou de ser meu. Por essa razão e por mais milhentas delas ele acaba aqui. Qerem que me cale eu calo-me. No inicio do Blog da existência eu escrevi um poema em que me referia à minha vontade de escrever, e à castração que sofria. Leu mas não percebeu, e continua.

Não houve pretensões que alguma vez isto fosse visto como uma novela da vida real, mas apenas as minhas divagações enquanto pessoa que gosta de escrever. As duvidas que os meus posts vos suscitam não têm de ser esclarecidas , isso era saberem da minha vida tanto como eu, e isso nunca foi a minha ideia. Quanto ao facto de alguém se sentir enxovalhado com as minhas palavras, é um problema só dele. Um problema de memória aliada a uma grande covardia em assumir os seus erros. Contigo a culpa morrerá solteira, assim será feita a tua vontade. Descobri de forma fantástica que a culpa do aquecimento global do planeta até minha é. Coisas fantásticas que eu descubro. Mas sabem, para quem acha que a culpa é minha, e quem tão sabiamente diz que vive casamentos de sonho e que a sensibilidade da mulher acima da média, apenas lhe tenho a dizer, que é igual ao G. Pois meu caro mulher que é mulher, que leu o que eu escrevi, e acha que eu procedi mal e defende o meu marido, isso não é mulher, é algo moldado por si também. Mas sabem, nem sequer vou entrar por aí. Tudo o que aconteceu, foi apenas fruto de uma cabeça doente, que o seu objectivo é pôr-me doente também. Descobri que sou mesmo tua "propridade", mas os meus amigos, definitivamente são meus, e a esses não tinhas o direito de invadir o que quer que fosse. E sabes bem disso! Mas isso contigo é chover no molhado!

Amigos as coisas ficam por aqui, declaro encerrada a sessão, infelizmente. O que a vida me reserva não sei, mas acho que a minha vida não passa mesmo por esta relação. Mas o futuro o dirá.

Beijinhos a todos!


sinto-me: fechada
tags:

publicado por soprodavoz às 10:45
link do post | comentar | favorito

24 comentários:
De divaegugas a 2 de Abril de 2008 às 15:13
E para não variar nunca percebo nada...como raio descobriu o teu homem o teu blog????DEus nos livre


De Arroto Azul a 6 de Abril de 2008 às 00:12
Algum tempo sem vir aqui e é neste pé que estão as coisas

Apenas para dizer que escreves bem e que há tanto para escrever sobre tanta coisa e tão bem que faz escrever, que acho ser uma boa opção criares um blog "só teu"!


De Katarine a 12 de Abril de 2008 às 13:38
Puxa vida, que pena.
É a primeira vez que venho aqui, e já tenho uma notícia triste dessas. No meu blog estava lincado o seu anterior. Sei que não fazia muitas visitas a ti, mas fico triste em saber que desistiu de manter um universo só seu, como este.
Espero que voltes atrás.
Abraços!


De ladybug a 30 de Abril de 2008 às 01:22
Mas que raio....?!?!?! Uma pessoa passa uns tempos sem actualizar a leitura, chega aqui e dá com esta novela mexicana? É claro que não tens que explicar nada a ninguém: isso é incontestável. Mas... e tu, onde te meteste? Enfiaste a cabeça na areia? Onde está aquela mulher crente, lutadora, humana e como tal pecadora :), mas muito tolerante, que tenho conhecido? Onde está a K.?!?!


Comentar post

.mais sobre mim
.Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. continuo a soprar...

. não há limites

. fechado!

. tasse bem... ou pensamos ...

. vergonha de mim

. duvidas

. santas páscoas

. noticias do cativeiro

. reconstrução

. a culpada

.arquivos

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds